Quito comemora 42 anos como Patrimônio Mundial

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
https://po.travel2latam.com/nota/62513-quito-comemora-42-anos-como-patrimnio-mundial
Quito comemora 42 anos como Patrimônio Mundial
Ter 08 de setembro de 2020

A capital equatoriana possui 70,43 hectares de Centro Histórico. Sem dúvida uma das joias que ninguém pode perder


Os tesouros arquitetônicos e artísticos acumulados no Centro Histórico permitiram que Quito fizesse parte da primeira publicação da Lista do Patrimônio Mundial da UNESCO em 8 de setembro de 1978.

“Quito é um conjunto harmonioso sui generis onde as ações da humanidade e da natureza convergem para criar uma obra única e transcendente” é a síntese oficial da justificativa do comitê avaliador da Unesco para nomear a cidade como Patrimônio Mundial, que inclui 70,43 hectares de Centro Histórico, juntamente com uma área perimetral de mais 375,25 hectares.

Sem dúvida, a localização privilegiada no Centro do Mundo faz da cidade um espaço de encontros históricos. É do sincretismo da cultura espanhola e indígena que nascem expressões que marcaram a arte latino-americana e mundial, com movimentos como a Escola Quiteña, e justamente o Centro Histórico é um espaço que atesta (até hoje) a história desse desenvolvimento cultural e arquitetônico.

Este marco da cidade preserva o maior enclave colonial da América do Sul, um santuário para o legado artístico barroco excepcional. O fascinante acervo de esculturas, telas, retábulos, sacristias, púlpitos e coros que adornam suas igrejas, revestidas de folha de ouro e detalhes, que maravilham o visitante, independentemente de sua espiritualidade.

Nas ruas estreitas do Centro Histórico e escoltadas por poderosas montanhas andinas e vulcões a 2.800 m acima do nível do mar, existem 32 museus, 24 igrejas, 6 capelas, 7 conventos, 6 mosteiros, 13 praças, mais locais de interesse, além de artesãos locais, receitas tradicionais e mercados de alimentos, que o tornam uma obra de arte viva que narra o sincretismo cultural da América do Sul e da Europa.

O compromisso municipal em preservar e dar ao Centro Histórico o cuidado que este tesouro vivo da humanidade merece, fica evidenciado em todas as ações que vêm sendo realizadas e implementadas com o reinício das obras de conservação e restauro em igrejas e capelas.

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...