A aviação contribui para a diversificação da atividade turística no México

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
https://po.travel2latam.com/nota/75433-a-aviao-contribui-para-a-diversificao-da-atividade-turistica-no-mexico
A aviação contribui para a diversificação da atividade turística no México
Source: Sectur
15 de julho de 2022

O Secretário de Turismo, Miguel Torruco Marqués, tomou conhecimento do novo Conselho de Administração do Colégio de Pilotos Aviadores do México, que será presidido por Ángel Domínguez Catzin


O Secretário de Turismo do Governo do México, Miguel Torruco Marqués, declarou que a aviação contribui para a diversificação da atividade turística, e se fortalece a cada dia, como peça chave na recuperação do setor, que já é uma realidade.

No âmbito da LXXV Assembleia Geral Ordinária do Colégio de Pilotos Aviadores do México, que celebra seu 75º aniversário, o chefe do Ministério do Turismo (Sectur), acompanhado do presidente do Colégio de Pilotos Aviadores, Heriberto Salazar Eguiluz, prestou juramento do novo Conselho de Administração do Colégio de Pilotos Aviadores do México, que será presidido por Ángel Domínguez Catzin.

Ele destacou que a aviação no México contribui atualmente com cerca de mil 955 milhões de dólares para o PIB nacional, gera quase 35 mil empregos e contribui com 43,6% do fluxo turístico internacional que viaja para o México, portanto, a conectividade aérea é essencial. turismo, facilitando a circulação de passageiros e permitindo que a vasta riqueza biocultural do nosso país seja apreciada e admirada por um maior número de visitantes.

O secretário de Turismo salientou que por isso se fortalece a rede aeroportuária do país, assim como a inauguração do Aeroporto Internacional Felipe Ángeles (AIFA) em 21 de março, com um investimento de 88 mil 107 milhões de pesos. É preciso destacar seus museus do Mamute, da Aviação Militar e das Ferrovias Mexicanas. O AIFA agora faz parte do Sistema Metropolitano de Aeroportos, juntamente com o Aeroporto Internacional da Cidade do México e o Aeroporto Internacional de Toluca.

Diante dos mais destacados representantes do setor aéreo do país, Torruco Marqués informou que também foi realizada a remodelação e ampliação do Aeroporto de Chetumal, obra concluída em novembro de 2020, e que agora conta com uma praça de construção do terminal de 3.700 metros, o que exigiu um investimento de 149 milhões de pesos.

Da mesma forma, será construído o Aeroporto de Tulum, com um investimento de 3,2 bilhões de pesos, bem como as obras de modernização e ampliação do Aeroporto Tepic, Nayarit, com 150 milhões de pesos, e o aeroporto Barrancas del Cobre, em Creel, Chihuahua , deverá entrar em operação em dezembro deste ano, com um investimento de 826 milhões de pesos.

Torruco Marqués comentou que o Aeroporto de Tamuín, em San Luis Potosí, será modernizado a um custo de 1.200 milhões de pesos; Da mesma forma, o Aeroporto de Puerto Escondido, Oaxaca, será ampliado e modernizado, onde serão gastos 2 bilhões de pesos, ambos concluídos em dezembro de 2023.

Desta forma, promove-se a diversificação do turismo para os 235 locais com vocação turística, evitando-se que se concentrem em apenas seis destinos, para que os benefícios cheguem às comunidades mais marginalizadas, com o objetivo de cumprir a premissa da política implementada pelo presidente Andrés Manuel López Obrador, para fazer do turismo uma ferramenta de reconciliação social.

Ele ressaltou que o Ministério do Turismo tem promovido a criação de novos voos, como a rota Cidade do México-Lima, inaugurada pela Volaris este ano; enquanto a Copa Airlines, a partir de 26 de setembro, lançará o voo Panamá-AIFA, com três frequências semanais.

Para a Região Mundo Maya, a Aeromar lançou a rota Cancun-Flores, na Guatemala; e Tag Airlines, os voos Cidade da Guatemala-Tuxtla, Cidade da Guatemala-Oaxaca, Cidade da Guatemala-Mérida, e em agosto começarão os voos Mérida-Flores.

“Assim que recuperarmos a categoria 1 na classificação de segurança aérea concedida pela Administração Federal de Aviação do Governo dos Estados Unidos, nossa conectividade aérea será reforçada com novos voos para o México a partir deste país vizinho”, assegurou.

O secretário de Turismo destacou que a infraestrutura aeroportuária do México atualmente é composta por 78 aeroportos, 65 internacionais e 13 nacionais, operando 1.303 rotas origem-destino, das quais 838 nos permitem conectividade com 41 nações do mundo.

Ele acrescentou que, nos primeiros cinco meses do ano, 8 milhões 451 mil turistas internacionais chegaram ao México por via aérea, o que representou um aumento de 101,2%, em relação ao mesmo período de 2021, e apenas 0,3% abaixo do registrado em 2019.

“Parabenizo os membros do Conselho de Administração do Colégio de Pilotos Aviadores do México, que hoje encerram seu mandato, por terem contribuído com tempo, esforço e dedicação para a consolidação desta respeitada organização, e também meus parabéns a esta renomada instituição por seus 75 anos de vida”, finalizou Torruco Marqués.

Na ocasião, o presidente cessante, Heriberto Salazar Eguiluz, agradeceu ao secretário de Turismo, Miguel Torruco Marqués, e ao subsecretário de Transportes, Rogelio Jiménez Pons, pelo apoio prestado ao Colégio de Pilotos Aviadores do México durante sua gestão. "Eles contam conosco para ajudá-los em tudo o que for necessário, como fizemos e como certamente será no futuro", disse ele.

Durante a LXXV Assembléia Geral Ordinária do Colégio de Pilotos Aviadores do México, Rogelio Jiménez Pons, Subsecretário de Transportes da Secretaria de Infraestrutura, Comunicações e Transportes; Melvin Citrón, diretor regional do Escritório da América do Norte, América Central e Caribe da Organização da Aviação Civil Internacional; Guillermo Macías Avitia, diretor executivo de Segurança Aérea; Carlos Javier Villazón Salem, Diretor Geral do Grupo de Aeroportos da Cidade do México; José Humberto Gual, secretário geral da Associação Sindical de Pilotos Aviadores do México; Jesús Navarro Parada presidente do Colégio de Engenheiros Aeronáuticos Mexicanos; Alfonso Medina Miranda, presidente do Colégio de Controladores de Tráfego Aéreo do México; Anwar Arturo Aude Cano, Diretor de Operações da AIFA; Carlos Ignacio Velázquez Tiscareño, Diretor Geral do Aeroporto Internacional da Cidade do México; Luis Rene Rojas Bolaños Cacho, Vice-Presidente do Colégio de Pilotos Aviadores do México; Javier Sandoval Dueñas, presidente do Comitê da Feira Aeroespacial Famex 2023; entre outros ilustres representantes da indústria aeronáutica.

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...