Azul registra receita recorde no primeiro trimestre de 2022

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
https://po.travel2latam.com/nota/74197-azul-registra-receita-recorde-no-primeiro-trimestre-de-2022
Azul registra receita recorde no primeiro trimestre de 2022
Source: Twitter @azulinhasaereas
10 de maio de 2022

A receita operacional total no 1T22 foi de R$ 3,2 bilhões, um aumento de 74,9% em relação ao 1T21 e de 25,6% em relação ao 1T19


A Azul, maior companhia aérea do Brasil em número de cidades e embarques, anuncia hoje seus resultados do primeiro trimestre de 2022 ("1T22"). As informações financeiras a seguir, salvo indicação em contrário, são apresentadas em reais e de acordo com as Normas Internacionais de Relatório Financeiro (IFRS).

Destaques Financeiros e Operacionais
  • A receita operacional total no 1T22 foi de R$ 3,2 bilhões, um aumento de 74,9% em relação ao 1T21 e de 25,6% em relação ao 1T19. Este foi o segundo trimestre consecutivo com lucro líquido acima dos níveis pré-pandemia, mesmo com o impacto da variante Omicron em nossa operação.
  • PRASK e RASK aumentaram 40,7% e 38,3% respectivamente vs. 1T21, ainda com aumento de capacidade de 26,4%. Os resultados foram impulsionados pelo ambiente de forte demanda doméstica nos mercados da Azul, o que nos permitiu aumentar as tarifas para compensar o aumento dos preços dos combustíveis.
  • Nosso negócio de logística continuou com excelente desempenho. A receita no 1T22 atingiu quase R$ 300 milhões, 37,8% superior ao 1T21, três vezes em relação ao 1T19.
  • O CASK no 1T22 foi de 34,45 centavos, 21,1% acima do 1T21, principalmente devido ao aumento de 57,0% nos preços dos combustíveis e inflação de 11,3% nos últimos doze meses, parcialmente compensado pela redução de custos, ganhos de produtividade e valorização de 4,3% do reais em relação ao dólar. Nesse período, a produtividade medida pelo ASK para funcionários em tempo integral aumentou 14,3%. O CASK normalizado por carga, combustível e câmbio permaneceu praticamente estável em relação ao 1T19, compensando a inflação de mais de 20% nos custos denominados em reais nos últimos três anos.
  • O EBITDA atingiu R$ 592,7 milhões no trimestre, representando uma margem de 18,6%. Excluindo o impacto da variante Omicron, o EBITDA seria próximo de R$ 900 milhões. O resultado operacional foi de R$ 70,7 milhões no trimestre, representando uma margem de 2,2%.
  • A posição de liquidez imediata continua sólida em R$ 3,3 bilhões, acima dos níveis do 1T19. Durante o trimestre, a Azul gerou mais de R$ 500 milhões em fluxo de caixa operacional. Continuamos nosso processo de desalavancagem com R$ 1,3 bilhão em pagamentos de arrendamentos correntes e diferidos e amortizações de dívidas e outros diferimentos
  • Para o segundo trimestre de 2022, esperamos atingir um recorde de receita operacional e RASK em qualquer trimestre de nossa história. Isso é ainda mais notável dado que o segundo trimestre é sazonalmente o mais fraco.
visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...