IHG encara o ano com aberturas e otimismo

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
https://po.travel2latam.com/nota/73287-ihg-encara-o-ano-com-aberturas-e-otimismo
IHG encara o ano com aberturas e otimismo
Source: Travel2latam
17 de março de 2022

A rede hoteleira trabalha para promover recuperação pós-pandemia e entra em novos mercados


A IHG tem sido uma das redes hoteleiras que teve o melhor desempenho durante a pandemia, apesar de todas as dificuldades. A empresa tem um grande objetivo pela frente: consolidar o crescimento diante da recuperação. Para saber mais sobre a situação atual, durante a SAHIC pudemos entrevistar seu COO Jorge Apaez e Salo Smaletz, VP de Desenvolvimento América Latina. Compartilhamos suas respostas abaixo:

Com que expectativas você veio para a SAHIC?
Jorge Apaez: “Acho que há vários aspectos, o mais importante é virar a página da pandemia e se reunir novamente como indústria, marcar presença, visitar clientes locais no Panamá, mas principalmente ouvir os especialistas que falam sobre o que vem. São cenários otimistas em termos de tendências de transporte aéreo, recuperação da demanda hoteleira, avanços nas porcentagens de vacinação e também a eliminação de restrições de viagens.”

Salo Smaletz: “Faz mais de 2 anos que não vimos muitos dos que estão na conferência pessoalmente e é totalmente diferente fazer negócios com este formato, há um clima de otimismo muito grande. É preciso ouvir atentamente as histórias e abordar as questões de cada empresa, suas experiências durante a pandemia, etc. É sempre algo que enriquece”.

A pandemia produziu situações críticas como o encerramento de propriedades. Qual é a sua visão sobre os novos desenvolvimentos na área hoteleira?

Jorge Apaez: “Neste momento estamos focando na recuperação, apoiando todos os nossos franqueados, todos os proprietários, gerentes gerais e diretores de vendas. Tivemos a sorte de como marca em geral, o desempenho dos hotéis durante a pandemia foi menos crítico do que a bateria independente da indústria em geral e na recuperação também estamos vendo uma recuperação mais rápida. Ao longo da pandemia, a queda das tarifas foi menor nas marcas IHG e hoje estamos trabalhando na retomada das atividades promocionais, fazendo caravanas de vendas com esses clientes, etc. Estamos expandindo nossa infraestrutura, abrimos uma central virtual de reservas com agentes na América Central, vamos chegar a um total de 200 agentes que farão reservas em inglês e estão baseados em Honduras, Guatemala e El Salvador. Esta é uma alternativa à central de reservas que também temos há muitos anos na Cidade do México. O aumento do volume de ligações foi tanto que tivemos que fortalecer o canal de voz para atender a demanda da região, acho que são sinais muito positivos. Em relação a novas vagas, este ano assinamos 2 e temos 7 vagas agendadas para o que é 2022”.

Que condições oferece aos investidores que queiram trabalhar consigo?

Jorge Apaez: “Um dos elementos diferenciadores é que o Intercontinental tem uma grande história na região, de fato, o primeiro Intercontinental foi inaugurado em Belén e havia um grande número de hotéis Intercontinental desenvolvidos pela PANAM para acomodar hóspedes de alta potência. poder que trouxeram para a companhia aérea. Em meados dos anos 90, a marca foi adquirida pelo IHG e desde então desenvolvemos novas propriedades e a marca Holiday Inn também comemorou mais de 50 anos de presença na América Latina e hoje já conta com 237 hotéis na região. Hoje somos a marca internacional com maior presença, somado ao fato de prestarmos serviço no idioma local e com pessoal baseado na região, temos equipes no Brasil, Argentina, Colômbia, América Central e claro em Miami,
“Acho que uma das coisas que é importante mencionar é que hoje temos 17 marcas e o produto certo para cada mercado, obviamente ajudamos o investidor a decidir a marca com base na localização e também no nível de investimento. Trabalhamos em conjunto com os investidores para que o projeto seja um sucesso.”

Salo Smaletz: “Oferecemos dois modelos que podem ser uma franquia em que o proprietário administra sua propriedade ou seguindo os padrões do IHG, mas se ele for um investidor que não quer se envolver na operação, podemos oferecer a ele a gestão de imóvel com contrato de administração. Temos relacionamentos de muitos anos ao longo da história de nossas marcas na região e vimos a mudança geracional dos investidores, hoje quem está à frente desses negócios é uma segunda geração da família que obviamente já tem um ponto de vista diferente visão focada em tecnologia e no que está acontecendo hoje no setor. Estamos felizes que as famílias que começaram com um hotel, mais tarde se sentiram encorajadas a abrir um segundo e até um terceiro hotel".

Quão informados são os investidores que entram em contato com você?
Salo Smaletz: "O perfil do investidor mudou muito nos últimos anos, hoje ele tem muito mais informações disponíveis no mercado por meio de consultores especializados no negócio e que os atendem."
"Temos um portfólio com um número menor de marcas para que cada uma tenha um perfil bem definido e, portanto, seja menos confuso para o investidor."

Existem países que não se recuperaram onde a demanda é muito baixa, vocês estão fazendo algum tipo de ação para apoiá-los na recuperação?

Jorge Apaez: “A resposta é sim, em primeiro lugar, apoiamos muito durante os meses mais críticos da pandemia diante de uma redução tão dramática na renda. Hoje, como mencionei na época, estamos mais focados na recuperação, já organizamos eventos com clientes em mercados como Colômbia e Brasil e em breve estaremos nos demais países da região, motivando os clientes a retomarem suas viagens de negócios. Temos vindo a preparar campanhas, em particular temos em breve um grande relançamento do nosso programa de fidelização que vamos anunciar. Acreditamos que será a ponta de lança desses esforços de recuperação. Por isso, temos vários componentes, inclusive trabalhando em conjunto com organizadores de eventos e clientes corporativos". 

Que planos tem a curto prazo em termos de aberturas?

Jorge Apaez: “Planejamos crescer, confiamos na recuperação do negócio, mencionei 7 inaugurações este ano, hotéis muito importantes estão chegando para o IHG na região. Um dos objetivos do IHG é aumentar nosso portfólio no segmento de resorts. Queremos nos aventurar mais fortemente no segmento "all inclusive", e para isso nossa equipe de desenvolvimento já está negociando oportunidades muito interessantes no Caribe mexicano. pós-pandemia nos apresenta a oportunidade de uma nova era muito intensa.”

Salo Smaletz: “Quando a pandemia eclodiu, nossos donos se sentiram protegidos e ouvidos. Havia uma vontade da nossa marca e das marcas em geral de apoiar os proprietários. Como Jorge também mencionou, o IHG em geral obteve taxas superiores às da concorrência, incluindo hotéis independentes. Há mais uma lição que a pandemia deixa para trás que é ter uma marca é uma vantagem. Ter uma marca tem seu custo, ou melhor, é um investimento, mas em tempos difíceis, te dá a segurança que você será apoiado.”

Ultimamente temos visto que existem marcas americanas que estão apostando na abertura de hotéis all inclusive, você está planejando esse tipo de iniciativa?

Jorge Apaez: Sim, sem dúvida temos uma estratégia perfeitamente definida para o crescimento do resort e pode ser um "plano europeu" ou "tudo incluído" e acreditamos que complementará muito bem o nosso portefólio de marcas. Além disso, antes do relançamento do programa de fidelidade, ter mais destinos com esse tipo de propriedade o tornará ainda mais atrativo para os clientes que desejam utilizar seus pontos.

 

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...