Segundo a IATA, a liberdade de viajar não deve se restringir apenas aos vacinados

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
https://po.travel2latam.com/nota/67234-segundo-a-iata-a-liberdade-de-viajar-no-deve-se-restringir-apenas-aos-vacinados
Segundo a IATA, a liberdade de viajar não deve se restringir apenas aos vacinados
Ter 27 de abril de 2021

Isto foi afirmado em uma declaração de seu Diretor-Geral Willie Walsh ao referir-se aos comentários de Ursula von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia


A IATA divulgou um comunicado para divulgar sua posição sobre os comentários do presidente von der Leyen sobre as viagens entre os EUA e a UE. Compartilhamos o texto abaixo:

A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA) é incentivada pelos comentários de Ursula von der Leyen, Presidente da Comissão Europeia (CE), de que a UE concederá acesso irrestrito a viajantes vacinados dos Estados Unidos.

O IATA Travel Pass pode ajudar a indústria e os governos a gerenciar e verificar o status de vacinação, assim como faz com os certificados de comprovação. Mas ainda estamos aguardando o desenvolvimento de padrões mundialmente reconhecidos para certificados digitais de vacinas. Como primeiro passo, é vital que a UE acelere a adoção do Certificado Verde Europeu. Os comentários do presidente von der Leyen devem acrescentar urgência a este trabalho ”, disse Willie Walsh, Diretor Geral da IATA.

Embora a IATA acolha os comentários do presidente von der Leyen, a liberdade de viajar não deve excluir aqueles que não podem ser vacinados. Apresentar resultados negativos do teste COVID-19 também deve facilitar a viagem. Um ponto crítico para isso é a aceitação pelos governos da UE dos testes rápidos de antígenos que a Comissão aprovou para uso e que atendem aos critérios críticos de eficácia, conveniência e acessibilidade.

“A liberdade de viajar não deve se restringir apenas a quem tem acesso às vacinas. As vacinas não são a única forma de reabrir fronteiras com segurança. Os modelos de risco do governo também devem incluir testes para COVID-19 ”, disse Walsh.

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...