Colômbia participará da Expo 2020 em Dubai

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
https://po.travel2latam.com/nota/66637-colmbia-participara-da-expo-2020-em-dubai
Colômbia participará da Expo 2020 em Dubai
Flavia Santoro Trujillo, ProColombia
Seg 29 de março de 2021

No dia 1º de outubro de 2021 começa a mostra universal onde o país vai divulgar sua oferta turística, exportadora e de investimentos


Já está começando a contagem regressiva para a Expo Dubai, feira universal que acontecerá entre 1º de outubro de 2021 e 31 de março de 2022.
Com o mote “Conectando Mentes, Criando o Futuro” e com base em conceitos como sustentabilidade, mobilidade e oportunidade, o evento terá a participação de 192 países. É claro que a Expo representa uma oportunidade histórica para a reunião da humanidade e é uma ponta de lança para a reativação econômica global após as circunstâncias derivadas da pandemia. No caso da Colômbia, sua participação na Expo Dubai é um projeto nacional que busca divulgar a Visão 2030 das relações com os Emirados Árabes Unidos. 
O pavilhão colombiano estará localizado no bairro das oportunidades e se inspira no lema “O ritmo que conecta o futuro”. Neste espaço, os visitantes poderão viver uma experiência envolvente que recriará a beleza das paisagens, a riqueza cultural e o calor que caracteriza a Colômbia e seus habitantes.
O país tem experiência em feiras anteriores, como Expo Shanghai 2010 e Expo Milan 2015, por conta das quais conseguiu fazer crescer o turismo da China e da Itália em uma média de 20%. 
Além disso, a Colômbia conseguiu atrair recursos de cooperação significativos.
E, depois da Expo Milão, produtos como panela e cacau chegaram a novos mercados.

Um mercado de oportunidades
Desde meados do século 19, esta exposição é realizada a cada quatro anos para destacar os avanços tecnológicos mundiais e abordar questões associadas à cultura, inovação e negócios.
Nesse mesmo espírito, em 2021 a Expo será realizada pela primeira vez no Oriente Médio, e terá impacto naquela região, bem como na África e no Sul da Ásia, ou seja, um território com mais de 3.000 milhões de pessoas.
Adriano Konialidis, Diretor de Participantes Internacionais da Expo 2020 Dubai, destacou a realização deste encontro em um momento chave para o mundo.

Os Emirados Árabes Unidos são a porta de entrada para a região MEASA (Oriente Médio, África e Sul da Ásia), uma das potências geoeconômicas mais importantes do mundo.

Isso explica porque a política de reativação econômica do Governo Nacional inclui o fortalecimento das relações comerciais com este mercado. 

“Os Emirados e a Colômbia, dois países que até recentemente pareciam distantes em termos culturais e comerciais, começaram a desenvolver uma agenda de longo prazo e o estopim será a Expo Dubai. Já podemos contar com algumas vitórias iniciais, como o aumento das exportações agrícolas para o Oriente Médio para US $ 280 milhões em 2020, o que significou um aumento de 88,6% em relação ao ano anterior ”, destacou Flavia Santoro Trujillo, presidente da ProColombia.

“Registramos também o aumento da exportação de frutas frescas para aquele destino, indicador que cresceu 107%, graças a produtos como abacate Hass, manga e mangostão, e à exportação de novos produtos colombianos como limão Tahiti, laranja Valencia e bananas, entre outros. Algo semelhante aconteceu com a exportação de carne bovina, que registrou um crescimento de 200%, chegando a US $ 9 milhões ”, acrescentou o executivo.

Para dar continuidade a essa tendência de crescimento, a ProColombia iniciou uma agenda com representantes dos setores público e privado dos dois países, o que tem permitido um melhor entendimento da cultura, da forma de fazer negócios e, assim, aumentar as oportunidades de intercâmbio comercial com uma nação importadora. 85% de seu consumo e onde produtos exóticos são amplamente aceitos.
Por outro lado, no final de fevereiro a Colômbia participou da Gulfood Dubai, uma das mais importantes feiras de alimentos do mundo.

 “A Expo oferecerá à Colômbia uma magnífica oportunidade de se apresentar como um destino de atração máxima para o investimento estrangeiro e o turismo internacional e, por sua vez, mostrará às empresas colombianas que existem oportunidades importantes para promover o intercâmbio comercial e atrair investimentos”, explicou Konialidis. . “Durante os seis meses da Expo, serão realizados diversos fóruns de investimento, conferências e eventos empresariais inspiradores para fomentar as relações com países, governos, organizações multinacionais, micro, PMEs, start-ups e diversas entidades de interesse”, acrescentou.

En ese sentido, ProColombia le apunta a que pequeñas y medianas empresas también hagan parte de Colombia Expo Dubái, potenciando herramientas de comercio electrónico como el B2B Colombia Market Place, que estará a disposición de las empresas con oferta exportable de valor.

Além disso, a Tradeling, uma plataforma B2B encarregada de conectar compradores e vendedores nos Emirados Árabes Unidos, tem mais de sete empresas colombianas registradas e 150 produtos listados. O legado da Expo Dubai também significará uma grande oportunidade para os empresários dos setores de inovação e tecnologia colombianos. Durante a Expo, mais de 2.000 espaços de trabalho estarão disponíveis para empresas de todo o mundo no Scale to Dubai, um ecossistema de inovação e empreendedorismo que funcionará nas instalações construídas para o evento e que será o equivalente ao Vale do Silício do Médio Oriente. Em breve SENA, Innpulsa, Ministério do Comércio, Indústria e Turismo e ProColombia, entre outros, vão unir forças para reunir empresas colombianas com foco em tecnologia e inovação.

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...