Secretário de Turismo do México pede que a indústria seja declarada atividade essencial

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
https://po.travel2latam.com/nota/65383-secretario-de-turismo-do-mexico-pede-que-a-industria-seja-declarada-atividade-essencial
Secretário de Turismo do México pede que a indústria seja declarada atividade essencial
Miguel Torruco Marqués
Ter 02 de fevereiro de 2021

Miguel Torruco Marqués apresentou dados relevantes sobre a importância que esta indústria tem para a economia do país, como captação de divisas, geração de empregos e consumo interno


A Secretária de Turismo do México fez um pedido formal à Secretária de Economia, Tatiana Clouthier, e ao chefe do Ministério da Saúde, Jorge Alcocer.
Por meio de um escritório, apresentou-lhes dados relevantes da indústria do turismo onde podem encontrar elementos válidos para dar à atividade turística o caráter essencial:

• Diante da pandemia derivada do vírus SARS-CoV-2 que estamos sofrendo no mundo todo, no México o turismo apresentava um consumo de 172 bilhões de dólares, 82% nacional e 18% estrangeiro. 

• Representou a terceira fonte de divisas, com 24 mil 573 milhões de dólares, 8,7 por cento do PIB; 4,4 milhões de empregos diretos, o que significa 8,7 por cento a nível nacional, independentemente dos empregos indiretos que ultrapassam os seis milhões de beneficiários. 

• O turismo participa de onze dos vinte setores que compõem o Sistema de Classificação Industrial Norte-Americano (SIAN); em 27 dos 94 subsetores; em 62 dos 306 ramos de atividade; em 84 dos 615 sub-ramos, e em 126 classes de atividade (29 características e 97 afins) dos 84 mil existentes. 

Ele acrescentou que é importante destacar o impacto do PIB do Turismo que ocorre nos seguintes onze setores produtivos:

• 78,96 por cento no setor 72 de “Alojamento temporário e serviços de preparação de alimentos e bebidas”. 

• 45,98% no setor 71 "Serviços de lazer cultural e esportivo e outros serviços recreativos". 

• 35,08% no setor 46 "Comércio varejista". 

• 11,89 por cento nos setores 48 e 49 "Transporte, correio e armazenamento." 

• 8,79 por cento no setor 61 “Serviços educacionais”. 

• 5,11 por cento no setor 56 "Serviços de apoio às empresas e gestão de resíduos e serviços de remediação." 

• 5,4 por cento no setor 53 "Serviços imobiliários e de aluguel de bens móveis e intangíveis". 

• 5,04 por cento no setor 51 “Informação nos mass media”. 

• 3,94 por cento no setor 81 “Outros serviços exceto atividades governamentais”. 

• 0,64 por cento no setor 54 “Serviços profissionais, científicos e técnicos”.

• E 0,25 por cento no setor 52 “Serviços financeiros e de seguros”.

“Pelo exposto, agradeço infinitamente a atenção e prioridade que nos permitem ser conferidos ao setor que representa a qualidade do Setor Essencial, desde os protocolos biossanitários estabelecidos e elaborados pelas Secretarias de Saúde e Turismo, em conjunto com a iniciativa privada setor, cumprindo perfeitamente as normas nacionais e internacionais exigidas ”, indicou o secretário Torruco Marqués.

Por fim, destacou que, com a sua aprovação, “podemos garantir que estaremos reativando um setor muito importante da economia nacional, o que nos levaria, por outro lado, a evitar que esta pandemia de SARS-CoV-2 gere maiores perdas econômicas do setor de Turismo”. 

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...