Guatemala apresenta estratégia de promoção internacional

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
https://po.travel2latam.com/nota/62408-guatemala-apresenta-estrategia-de-promoo-internacional
Guatemala apresenta estratégia de promoção internacional
02 de setembro de 2020

Por meio de convênio interinstitucional, instituições governamentais fortalecem ações de promoção do turismo e do potencial comercial do país


Com a assinatura de um acordo interinstitucional entre o Ministério das Relações Exteriores (MINEX), o Ministério da Economia (MINECO) e o Instituto Guatemala de Turismo (INGUAT), o Governo da Guatemala anunciou hoje o lançamento oficial da Rede de Conselheiros Comerciais como parte de uma estratégia conjunta para avançar na promoção e posicionamento da imagem da Guatemala internacionalmente.

De acordo com o previsto na Política Geral do Governo, a estratégia de política externa foi reorientada para integrar, para além das questões diplomáticas, as questões comerciais, turísticas e de investimento. Segundo o chanceler da Guatemala, Pedro Brolo, a estratégia visa aproveitar ao máximo as representações diplomáticas no exterior, para prestar serviços de apoio à internacionalização de empresas, promover as exportações, atrair investimentos e posicionar o país como destino. turismo de primeira ordem, através de ações de Diplomacia Comercial.

A Guatemala já possui escritórios de Consultoria Comercial em 11 países: Estados Unidos, México, El Salvador, Canadá, República Dominicana, Colômbia, Chile, Espanha, Holanda, Alemanha e Coréia. As autoridades anunciaram que estão trabalhando na abertura de novos escritórios para impulsionar mercados atraentes como Itália, Bélgica, Reino Unido e Emirados Árabes Unidos.

A este respeito, o ministro da Economia, Antonio Malouf, disse que este projecto será um elemento fundamental para o avanço do plano de recuperação económica. “Nossos esforços estão orientados para a recuperação econômica do país, através da geração de empregos, atração de investimentos e promoção internacional dos produtos guatemaltecos”, acrescentou.

Autoridades governamentais afirmaram que a coordenação interinstitucional entre instituições públicas e privadas é fundamental para o sucesso do projeto. Juntos, eles priorizarão ações destinadas a:

A promoção do comércio internacional.
Detecte oportunidades de negócios.
Acompanhamento dos processos de admissibilidade de produtos.
Atração de investimento estrangeiro direto.
A promoção da Guatemala como destino turístico.
Apoio em feiras internacionais.
Fortalecer o sistema de gestão de inteligência de mercado.

Por sua vez, Mynor Cordón, Diretor Geral do INGUAT, afirmou: “Este acordo permite destacar a importância do turismo como elemento transversal da economia, fomentando o desenvolvimento e a promoção de roteiros multi-destinos e será através de uma mesa técnica que se farão esforços eles se coordenarão para continuar trabalhando para desenvolver as melhores estratégias de promoção e marketing para a Guatemala como um destino turístico internacional, com foco em mercados estratégicos e de oportunidade ”.

A fim de garantir melhores resultados e melhor acompanhamento aos conselhos comerciais da Guatemala no exterior, foi implantado o Sistema de Gestão de Informação Comercial que permitirá o acompanhamento dos resultados nas áreas de atuação e incidência no exterior. Além disso, ajudará a visualizar rapidamente a evolução das metas atribuídas e a priorização dos mercados. Essa ferramenta digital também fornecerá informações estratégicas para a tomada de decisões com base em indicadores de desempenho e capacidade de oferta exportável.

Como parte do trabalho de inteligência sobre os mercados no exterior, o chanceler Brolo acrescentou: “Criamos um mapa interativo que fornecerá informações aos diferentes atores econômicos sobre o potencial dos mercados-alvo da Guatemala nos diferentes segmentos comerciais e turísticos priorizados. ”.

Nos últimos meses, como resultado desse trabalho conjunto, foram identificados 27 perfis de potenciais investidores da Alemanha, Austrália, Canadá, Colômbia, Coréia, Espanha, México, Estados Unidos e República Dominicana. Os setores de investimento que têm demonstrado mais interesse são: manufatura, serviços, têxteis e vestuário, energias renováveis, telecomunicações, construção e infraestrutura, logística, agricultura e silvicultura.

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...