Trabalho de conservação valeu a pena em Porto de Galinhas

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
https://po.travel2latam.com/nota/60014-trabalho-de-conservao-valeu-a-pena-em-porto-de-galinhas
Trabalho de conservação valeu a pena em Porto de Galinhas
Ter 05 de maio de 2020

O destino paradisíaco brasileiro que se destaca por seu extremo cuidado do meio ambiente anuncia o nascimento de uma nova geração de tartarugas marinhas


Porto de Galinhas é um destino conhecido por suas águas cristalinas. Mas também se destaca por sua preocupação com a conservação do ecossistema marinho, uma jóia biológica composta - entre outras espécies - de peixes-boi, caranguejos, tartarugas e cavalos-marinhos.

A ONG Ecoassociados monitora as praias para a preservação de tartarugas marinhas. Assim, no último final de semana, Porto de Galinhas, no litoral sul de Pernambuco, registrou o nascimento de mais de 150 tartarugas marinhas da espécie Pente. Segundo a organização, a época de reprodução das tartarugas ocorre de outubro a maio, com pico entre janeiro e março. Embora o período esteja terminando, ainda existem muitos ninhos em desenvolvimento na região. Durante esses meses, um grande número de ninhos foi protegido e milhares de filhotes chegaram ao mar.

O Departamento de Convenções e Visitantes de Porto de Galinhas apóia o trabalho do Ecoassociados, dedicado à conservação e cuidados de tartarugas marinhas ameaçadas de extinção. A espécie está em risco porque suas conchas são procuradas para fazer jóias e pentes, entre outros produtos.

Da mesma forma, a ONG monitora nas áreas de desova e na reabilitação de tartarugas, contribuindo para a educação ambiental na região. Um caso particular é o das empresas de buggy que viajam pelas praias com seus veículos: depois de colocar cercas em torno dos ninhos de tartarugas, os ovos são protegidos da destruição e uma maior conscientização ambiental é criada entre fornecedores e turistas.

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...