México apresenta estratégia digital de contenção do setor de turismo

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
http://po.travel2latam.com/nota/59636-mexico-apresenta-estrategia-digital-de-conteno-do-setor-de-turismo
México apresenta estratégia digital de contenção do setor de turismo
Qua 08 de abril de 2020

Será voltado para o mercado internacional, focado em 16 mercados estratégicos; nacional e cobrirá todos os segmentos da indústria

 


Nesse meio-dia, o Secretário de Turismo do México, Miguel Torruco Marqués, liderou uma videoconferência na qual participaram os Secretários Estaduais de Turismo e os líderes da CNET, Concanaco-Servytur e de Chambers, Associações e empresas de turismo, para estabelecer a estratégia digital que Será implementado para conter a crise do COVID-19 no setor de turismo do país.

O chefe do Sectur explicou que estamos diante de uma pandemia global cujos danos econômicos serão incalculáveis ​​e em que a indústria do turismo está sendo uma das mais vulneráveis.

Portanto, ele fez um apelo à unidade a todos os participantes e a trabalhar lado a lado, hoje mais do que nunca, para avançar ", como nós, os mexicanos, mostramos nos tempos difíceis que surgiram", afirmou.

Ele imediatamente especificou que o Ministério do Turismo sob sua responsabilidade, através da plataforma VisitMexico e em conjunto com o Comitê de Crise do Conselho de Diplomacia do Turismo - formado em conjunto com o Ministério de Relações Exteriores -, a União de Secretários de Turismo de O México (Asetur), Concanaco-Servytur e o Conselho Nacional de Empresas de Turismo (CNET) projetaram uma estratégia digital para o setor de turismo do país, a ser executada durante essa contingência de saúde.

"Lembremos que 58% das compras feitas no mundo todo são atualmente realizadas através de redes", afirmou.

Ele explicou que uma equipe de especialistas mexicanos em diferentes áreas, alinhada com especialistas internacionais, foi formada anteriormente para realizar um diagnóstico completo da situação e, com base nisso, projetar essa estratégia, com o apoio da Apco Worldwide Services para o desenvolvimento e monitoramento de mensagens.

E destacou que essa estratégia já foi socializada com os principais líderes do setor de turismo do México, ouvindo suas recomendações e comentários, a fim de ajustá-lo e ter uma visão sólida e clara de seu desenvolvimento.

O secretário Torruco Marqués lembrou que no México já vivemos, sofremos e sobrevivemos a desastres naturais e epidemias, como a da gripe AH1N1, que em 2009 impactou principalmente nosso país e do qual levamos 32 meses para nos recuperarmos em termos de mercado internacional.

"Nestes tempos de crise da saúde, é de extrema importância que, como país, enviemos uma mensagem de unidade e empatia ao mundo, e a partir de hoje nos concentremos em estar prontos para o início da fase de recuperação", assegurou.

Por esse motivo, ele acrescentou, foram projetadas três fases de comunicação dessa estratégia digital, cada uma com sua própria mensagem: Imediata, Intermediária e Recuperação.

A fase imediata traz a mensagem: "Até breve", e visa ajudar a conter a crise e continuar sutilmente com a posição do México, dizendo que nos encontraremos novamente para fazer com que nossos visitantes se apaixonem.

A fase intermediária, da empatia, tem o lema: "A jornada está dentro de nós". Nesse sentido, o chefe do Sectur comentou que o estágio da crise varia em cada nação, portanto há uma lacuna em relação à maneira como a contingência está sendo vivida em nosso país e nos mercados estratégicos ou prioritários para o turismo. No entanto, isso permite que em alguns mercados estratégicos já possamos gerar suporte com respeito, ética e cordialidade, sem tentar tirar proveito da situação para gerar vendas no momento.

Terceiro: a fase de recuperação, com o slogan: "O México precisa de você". Sobre esse ponto, ele apontou que, após um processo de distanciamento e isolamento, diferentes públicos procurarão uma saída, para que o México esteja preparado para esse momento com a melhor estratégia "Venda difícil e apelo à ação" ("Venda difícil e apelo ao público"). ação ”), para atrair nossos mercados estratégicos, que serão fortemente competidos por outros destinos.

"Por sua vez, focaremos em nosso mercado nacional, guiando novas experiências de todos os nossos destinos, para os quais trezentos milhões de pesos serão investidos pelo Conselho de Comunicação, a fim de garantir que as mensagens do Os destinos permeiam todas as casas mexicanas ”, disse Torruco Marqués.

Ele acrescentou que, em geral, três campanhas foram projetadas para distribuir as três mensagens: uma internacional, uma nacional e outra online.

A internacional consistirá em três fases, adaptando as mensagens gerais de cada fase a 16 mercados estratégicos: Estados Unidos, Canadá, Reino Unido, Itália, França, Alemanha, Espanha, Colômbia, Brasil, Argentina, Peru, Chile, Austrália, China, Japão e Coréia do Sul; além de oito públicos estratégicos: jovens, famílias, casais, empresas, mercado de luxo, LGBT, inclusive e Baby Boomers.

A nacional também terá três fases, cujas mensagens serão focadas no mercado doméstico e em membros da indústria nacional de turismo. "Nesta campanha, a participação de estados e municípios será fundamental, e teremos que estar muito atentos à situação nacional para transmitir as mensagens apropriadas nesses momentos de crise para o país e as empresas", afirmou Torruco Marqués.

Por sua vez, o acompanhamento será contínuo através das plataformas digitais do VisitMexico e de empresas e câmeras que aderiram a essa iniciativa, onde vozes de especialistas do país darão incentivo, informação, entretenimento e visão para toda a comunidade. .

"Uma grade de conteúdo diversificada será criada para acompanhar as pessoas em suas casas e para que o México continue presente no topo dos viajantes internacionais", disse ele.

Ele acrescentou que essa estratégia abrangente considera todos os segmentos turísticos do México, bem como todas as suas regiões, oferecendo oportunidades aos 32 estados para construir uma narrativa com uma linha estratégica de comunicação e, assim, aproveitar a multiplicação de seus recursos destinados a promovendo seu estado ou município.

Além disso, ele explicou que esses conteúdos serão distribuídos por uma ambiciosa estratégia digital baseada em Big Data, Social Listening e precisão de mercado, por meio de software de primeira geração, onde será buscado que cada conteúdo alcance a pessoa certa e, portanto, não disperse esforços. .

"Esperamos ter mais de 600 milhões de impressões estratégicas, aproveitando a oferta de iniciativa privada que foi adicionada para alcançar um impacto orgânico que será sem precedentes no México", disse o chefe da Sectur.

E ele garantiu que essa estratégia, que possui financiamento público e privado para alcançar um escopo maior, é sem dúvida a estratégia digital mais ambiciosa que está sendo gerada atualmente. "Sempre honesta, respeitosa, ética, mas ao mesmo tempo visionária e precisa, com o objetivo de que nossa indústria turística se recupere imediatamente, assim que as condições da crise permitirem", assegurou.

Além disso, o secretário Torruco Marqués apontou aos participantes da videoconferência que, além dessa estratégia, “nos próximos meses da Secretaria Federal de Turismo, estaremos trabalhando em soluções concretas para mitigar a devastação que esta crise sem precedentes causará ao país. Mas juntos vamos chegar à frente. E conte com o Sectur para desenvolver os programas necessários que nos permitem recuperar dessa situação no menor tempo possível. ”

Por sua vez, Braulio Arsuaga Losada, presidente do Conselho Nacional de Empresas de Turismo (CNET), destacou que o turismo mexicano está passando por um dos piores momentos de sua história, mas confiava que, juntos, a iniciativa privada e o Ministério do Turismo reativariam isso. indústria reconhecida dentro e fora do país pela qualidade de seus serviços, pelo calor de seu pessoal e pela diversidade de seus destinos.

"Iniciativas como a apresentada hoje são ferramentas valiosas que constituem a espinha dorsal de uma estratégia que, sem dúvida, reposiciona o turismo e acelera a recuperação de um setor que hoje contribui com quase nove por cento do PIB", afirmou.

Por sua vez, Luis Humberto Araiza, presidente da União de Secretários de Turismo do México (Asetur), afirmou que a Visit Mexico fez um esforço inclusivo com os estados para promover destinos mexicanos usando tecnologias de ponta alinhadas corretamente podem ser valiosas para promoção em plataformas digitais.

Luis Barrios, Presidente e CEO da Hoteles City Express e Presidente do Comitê de Crise do Conselho de Diplomacia do Turismo, destacou que, através deste trabalho, temos a grande oportunidade de unir os esforços do Ministério do Turismo e do setor privado em comunicação e comunicação. recuperação do turismo no México".

Em seu discurso, Lourdes Berho, CEO da agência Alchemia e presidente do Comitê de Comunicação do Conselho de Diplomacia Turística, expressou que a vocação turística do México ganhou entre os dez principais países que recebem viajantes internacionais, graças ao desenvolvimento e crescimento de seus negócios. oferta turística.

"O desenvolvimento de mercados e esforços de marketing, tanto no país como em seus destinos e produtos turísticos, tornou-o um motor crucial para o desenvolvimento cultural, social e econômico de nosso país, mas hoje está passando por uma crise inigualável", reconhecido.

Por fim, Marcos Achar, presidente do VisitMexico, comentou que o secretário Torruco Marqués lhe perguntou que, além de uma mensagem de unidade, essa estratégia digital deveria ter como eixo as famílias do setor, os milhões de trabalhadores que vivem nesse setor e eles estão tendo seu pior momento em anos.

E ele especificou que os especialistas mexicanos que contribuíram com seus conhecimentos em seus ambientes profissionais para o desenho dessa estratégia são: Carlos González, do VisitMexico, na Coordenação de Estratégia; Judith Arenas, da Apco Worldwide, na estratégia de resposta e chefe da estratégia H1N1; Lourdes Berho, na consolidação de mensagens; Pedro Quinzaños, CEO da Virket, em Estratégia Digital; Roberto Tatemura, da Hiwire, em Inteligência Digital; e Federico Quinzaños, CEO da Materiamist, na produção de conteúdo.

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...