Como as principais cidades da América Latina e do Caribe enfrentam o Covid-19?

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
https://po.travel2latam.com/nota/59519-como-as-principais-cidades-da-america-latina-e-do-caribe-enfrentam-o-covid-19
Como as principais cidades da América Latina e do Caribe enfrentam o Covid-19?
Ter 31 de março de 2020

O Banco Interamericano de Desenvolvimento publicou um relatório em que analisa as medidas adotadas para conter o avanço da pandemia que está em suspense para o mundo inteiro


Diante da epidemia global de coronavírus, os líderes da cidade enfrentam o imenso desafio de controlar a propagação do vírus em suas localidades, mas, por sua vez, tomando o cuidado de corroer o aparato econômico local que poderia trazer desemprego, recessão e muito mais. problemas do que o próprio vírus. Embora as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS) tenham sido estabelecidas como prática usual em todas as cidades, os prefeitos da região da América Latina e do Caribe estão percebendo que a crise exige soluções ainda mais rápidas e inovadoras e Requer coordenação com outros níveis de governo, levando em consideração os recursos limitados que cada cidade possui, principalmente os de pequeno e médio porte.

A crise do COVID-19 levou as cidades a tomarem decisões rapidamente e, muitas vezes, com pouca informação. Eles estão em um estado de experimentação, tentando diferentes medidas que podem ser eficazes. Embora os líderes tenham poucas informações, eles podem olhar para cidades da Ásia e da Europa, onde o vírus já havia sido espalhado, e ver quais medidas foram tomadas e aplicadas localmente para minimizar o impacto do vírus. Da mesma forma, eles podem aprender com as experiências em andamento na própria América Latina e no Caribe.

Dada a velocidade da propagação do vírus, é importante fornecer aos líderes da cidade acesso a informações relevantes sobre como combater a disseminação do vírus em sua cidade e algumas idéias sobre como lidar com os múltiplos desafios de governança em tempos de crise. Ao coletar exemplos de táticas implementadas pelas cidades para combater o vírus em nível local, a Rede de Cidades do BID oferece aos líderes da região informações úteis e facilmente acessíveis que podem ajudar nos processos de tomada de decisão baseados em de suas diferentes realidades. Além das medidas destacadas abaixo, convidamos você a seguir estas duas listas do Twitter (municípios e prefeitos) com informações em primeira mão das principais cidades de cada país da América Latina e do Caribe. A compilação apresentada neste blog, assim como nas duas listas do Twitter, não reflete necessariamente uma posição do Grupo BID em relação às medidas tomadas por cada cidade.

CIDADE DE BUENOS AIRES, ARGENTINA. O protocolo de gestão contra casos suspeitos de COVID-19, estabelecido em conjunto com o Governo Nacional e o Governo da Província de Buenos Aires, define as diretrizes para vigilância epidemiológica ativa, detecção precoce de casos, prevenção de propagação tomar medidas de isolamento e gerenciamento e monitoramento clínico adequados. Em 24 de março, este protocolo está em sua décima segunda edição, estando disponível para todos no portal da cidade de Buenos Aires.

MONTEVIDÉU, URUGUAI. O município definiu em 20 de março um plano de medidas de alívio financeiro com extensões dos pagamentos de contribuições para contribuir para a redução da pressão fiscal sobre a população de Montevidéu. A medida se aplica aos seguintes itens: imposto predial, imposto predial, licença de automóvel e impostos sobre atividades e serviços comerciais no espaço público.

BRASIL, BRASIL. No contexto do déficit no suprimento de álcool em gel, a Vigilância Sanitária realizou uma operação para apreender mais de 1.100 garrafas falsificadas no Distrito Federal, enquanto a Secretaria de Saúde recebeu uma doação de 425 litros deste produto médico. As agências de saúde locais estão recebendo doações de profissionais e indivíduos do plástico do recipiente usado diante da preocupação, para garantir a estabilidade do produto através de fracionamento e distribuição eficientes, evitando a contaminação.

ASSUNÇÃO, PARAGUAI. A Diretoria de Defesa do Consumidor do município estabeleceu uma série de recomendações necessárias para evitar a contaminação na exposição e venda de alimentos, a fim de impedir a propagação do COVID-19, incluindo a necessidade de embalar produtos a granel e evitar o autoatendimento. . A versão de 13 de março tem como alvo principal proprietários de locais de processamento e vendas de alimentos.

SUCRE, BOLÍVIA. O governo municipal de Sucre concentra-se em mercados e higiene. Com base em inspeções e controles, recomendações de saúde são dadas ao pessoal que lida com alimentos e apreensão de utensílios em mau estado e com sérias possibilidades de contaminação. Além disso, foi lançada uma operação nas lojas para controlar a eventual especulação de preços em dispositivos médicos.

SANTIAGO, CHILE. No âmbito da contingência de coronavírus, o município de Santiago lançou em 20 de março a "Vitrine Virtual de Santiago Emprende", que visa promover vendas remotas e on-line de empresários e PMEs do município. Dessa forma, busca impedir que as pessoas deixem suas casas para comprar esses produtos e, assim, impulsionar a economia local. Além disso, a plataforma Santiagoenlinea para procedimentos via Internet está sendo fortalecida.

LIMA PERU. Onde descartar COVID-19? No pacote de ações de prevenção e conscientização lançadas pelo Município de Lima para conter o coronavírus, 16 clínicas móveis foram estabelecidas no norte, centro, sul e leste da cidade, que têm apoiado a tomada de amostras de casos suspeitos desta doença respiratória. Exames gratuitos para detectar pacientes com coronavírus são então analisados ​​pelo Instituto Nacional de Saúde para fazer o diagnóstico correspondente.

QUITO, EQUADOR. A solidariedade é um dos eixos que o município de Quito está promovendo na contenção do coronavírus. Por um lado, foi criado um abrigo para receber moradores de rua durante a emergência de saúde (20 de março). Por outro lado, 90 mil kits de alimentos foram entregues às pessoas mais necessitadas (24 de março). Além disso, um serviço de acompanhamento psicológico gratuito foi habilitado para pacientes positivos para COVID-19, familiares e cidadãos com crises de ansiedade devido ao isolamento social (23 de março).

BOGOTÁ COLÔMBIA. Depois de decretar o alerta amarelo em 11 de março, a Prefeitura de Bogotá regulamentou a "Simulação da Vida", por quatro dias em quarentena (20 a 24 de março). Esse foi um exercício de aprendizado coletivo para saber como agir ao ingressar na quarentena obrigatória estabelecida pelo Governo Nacional e, assim, mitigar o rápido alcance do novo coronavírus COVID-19. Imediatamente, os resultados das pesquisas realizadas ao público foram publicados para refinar os processos.

CIDADE DO PANAMÁ, PANAMÁ. A fim de amortecer os efeitos econômicos causados ​​pelo coronavírus, o gabinete do prefeito aposta na colaboração descentralizada, concedendo aos 26 conselhos comunitários um capital inicial de B /. 25.000 mensais para serem usados ​​em suas comunidades, apenas para alimentos e medicamentos. Outra medida preventiva é que as placas serão enviadas gratuitamente para as residências dos solicitantes particulares até junho, quando o pagamento correspondente for feito através do portal digital do prefeito.

SAN JOSÉ, COSTA RICA. Além de aderir às diretrizes nacionais sobre o coronavírus, o município de San José possibilitou o serviço "Eu o ouço", pelo qual profissionais de psicologia atendem gratuitamente aos residentes do cantão de San José por telefone ou e-mail em situações de ansiedade e / ou depressão causada pela emergência sanitária COVID-19 e suas conseqüências sociais, econômicas e de saúde.

TEGUCIGALPA, HONDURAS. Após a chegada do coronavírus, o Governo Municipal do Distrito Central redobra seus esforços na limpeza e desinfecção de espaços públicos, como mercados e veículos autorizados a circular durante o toque de recolher decretado nacionalmente. Os resíduos de hospitais locais, onde estão sendo tratados casos de coronavírus, também estão sendo incinerados em um local especial no aterro.

SAN SALVADOR, EL SALVADOR. O prefeito de San Salvador designou uma área exclusiva de um cemitério local em caso de mortes devido ao surto de coronavírus. Os túmulos, por acordo, do Instituto de Medicina Legal devem ter dois metros de profundidade e devem estar em uma área isolada. Além disso, o gabinete do prefeito da capital criou abrigos temporários para pessoas que estão em quarentena.

CIDADE DE GUATEMALA, GUATEMALA. O Município da Guatemala instalou seu Centro de Operações para Emergências Municipais como parte de seus protocolos de resposta para cuidar e impedir a propagação do coronavírus. Além disso, realizou uma série de treinamentos sobre como prevenir, identificar e tratar o vírus para mais de 10.000 trabalhadores de diferentes áreas, como forças de segurança locais e transporte. Além disso, o município lançou uma escola virtual através do YouTube.

CIDADE DO MÉXICO, MÉXICO. O Governo da Cidade do México ativou um serviço gratuito via mensagem de texto com a palavra "covid19" para que os cidadãos possam se orientar, enviar instruções e informar caso apresentem sintomas relacionados ao coronavírus e assim evitar a saturação dos números números de telefone de emergência e saúde. Além disso, foi decidido fortalecer os procedimentos e pagamentos on-line, suspendendo a realização de procedimentos presenciais. Além disso, os prazos para pagamento de contribuições fiscais foram estendidos.

SANTO DOMINGO REPÚBLICA DOMINICANA. Dentro do pacote de medidas adotadas para a prevenção e contenção do coronavírus, a Prefeitura do Distrito Nacional estabeleceu que os negócios de supermercado nos mercados municipais permanecerão abertos apenas até 13:00, reduzindo-os em 50% no pagamento do aluguel em apoio para comerciantes.

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...