Chaves para o teletrabalho eficaz durante a pandemia do COVID-19

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
http://po.travel2latam.com/nota/59513-chaves-para-o-teletrabalho-eficaz-durante-a-pandemia-do-covid-19
Chaves para o teletrabalho eficaz durante a pandemia do COVID-19
Ter 31 de março de 2020

O COVID-19 colocou remotamente um número sem precedentes de pessoas para trabalhar. Jon Messenger, especialista da OIT em organização do tempo de trabalho, explica como obter os melhores resultados


Embora o teletrabalho seja normalmente utilizado por períodos limitados de tempo, normalmente um ou dois dias por semana, muitas(os) trabalhadoras(es) agora estão usando-o em tempo integral para reduzir o risco de contrair o vírus. As pessoas que executam trabalhos compatíveis com teletrabalho devem ter o direito de fazê-lo durante a crise, incluindo aquelas com empregos temporários e estagiárias(os).

O teletrabalho não é adequado para todas as circunstâncias ou para todos os tipos de cargos. No entanto, se o teletrabalho for praticado corretamente, pode ser um componente importante da resposta à pandemia do COVID-19. Aqui estão algumas dicas práticas para tornar o teletrabalho o mais eficaz possível.
 

Apoio de gerenciamento - da alta gerência às(aos) supervisoras(es) de linha de frente. Pesquisas mostram que a resistência de gerentes ao teletrabalho é um grande obstáculo para que essa prática seja eficaz. Gerenciar quem trabalha remotamente de maneira eficaz exige uma abordagem de gerenciamento baseada em resultados. Isso requer definir metas, objetivos e tarefas e, em seguida, monitorar e discutir o progresso, sem impor a apresentação em excesso de relatórios. Como muitas escolas e creches estão fechadas nesse momento, talvez seja necessário fazer alguns ajustes nas metas de desempenho de trabalhadoras(es) com responsabilidades de cuidar de outras pessoas.

Ferramentas e treinamento apropriados. Isso inclui ter acesso a equipamento adequado, laptop, aplicativos de teletrabalho, suficiente assistência técnica e treinamento para gerentes e trabalhadoras(es) remotos. Dado o risco real de isolamento social associado ao teletrabalho em tempo integral, todos os esforços devem empreendidos para manter a(o) profissional em contato com supervisoras(es), colegas e a instituição como um todo.

Expectativas claras. Todas as partes precisam saber o que é esperado daquelas pessoas que trabalham em casa, suas condições de emprego, horários em que podem ser contatas e como monitorar progresso e relatar os resultados. Por exemplo, é essencial estabelecer regras básicas claras sobre quando as(os) funcionárias(os) precisam ou não estar disponíveis para trabalhar; e respeitá-las.

 Ser capaz de controlar o seu tempo. O teletrabalho pode oferecer às (aos) trabalhadoras(es) flexibilidade para realizar suas tarefas no momento e no local que melhor lhes convier, desde que permaneçam disponíveis durante o horário normal de trabalho da instituição. Essa flexibilidade é essencial para que o teletrabalho seja eficaz, pois permite que quem trabalha remotamente organize seu trabalho remunerado de acordo com suas responsabilidades pessoais, como cuidar de crianças, pais idosos ou parentes doentes.

 Uma estratégia pessoal para trabalhar melhor. Mesmo que as expectativas estejam claras, ainda é essencial que as pessoas em sistema de teletrabalho criem suas próprias estratégias pessoais para um gerenciamento eficaz da fronteira entre o trabalho remunerado e a vida pessoal. Isso inclui a delimitação de um espaço de trabalho silencioso e a possibilidade de se desconectar em horários específicos reservados ao descanso e à vida pessoal.

Confiança - a "cola" que mantém tudo isso junto. Gerentes, teletrabalhadoras(es) e colegas precisam confiar uns nos outros. Sem isso, o teletrabalho não é eficaz.

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...