Início do 16º Fórum de Líderes de Linhas Aéreas da ALTA em Brasília

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
https://po.travel2latam.com/nota/56953-inicio-do-16-forum-de-lideres-de-linhas-aereas-da-alta-em-brasilia
Início do 16º Fórum de Líderes de Linhas Aéreas da ALTA em Brasília
Luis Felipe de Oliveira, ALTA
Seg 28 de outubro de 2019

Representantes governamentais, autoridades da aviação civil e os mais altos executivos do setor aéreo se reúnem até 29 de outubro na capital brasileira


A 16ª edição do ALTA Airline Leaders Forum, considerado o maior evento de líderes de aviação comercial da América Latina e do Caribe, começou neste domingo (27/10) no Centro de Convenções e Eventos do Brasil 21. O ALTA Forum reunirá até na próxima terça-feira (29/10) aos mais altos executivos do setor aéreo, representantes do governo, autoridades da aviação civil e associações do setor, com o objetivo de desenvolver um amplo diálogo sobre a competitividade do setor no cenário atual.
O evento é uma realização da Associação de Transporte Aéreo da América Latina e do Caribe (ALTA), que começou oficialmente hoje com uma conferência de imprensa para a mídia local e internacional. O diretor executivo e CEO da ALTA, Luis Felipe de Oliveira, destacou durante a reunião com a imprensa a importância do fórum para a abordagem do setor, bem como os principais desafios dos países da região e as questões que serão discutidas durante a ALTA FÓRUM DE LÍDERES AÉREOS para aumentar a competitividade da aviação.
De Oliveira disse: “A aviação na América Latina e no Caribe atualmente representa 8% da aviação global. Cada avião que decola gera mais vendas para os fabricantes de aeronaves, mais receita para governos e aeroportos, mais serviços e peças, mais empregos. Para cada emprego direto gerado pelo setor aéreo, empregos indiretos adicionais são criados por seu efeito catalítico. O setor está investindo pesadamente em aviões mais modernos e hoje a região possui uma das frotas mais modernas do mundo que consomem menos combustível, reduzindo assim nossa pegada de carbono. Nos próximos dias, teremos discussões importantes para identificar e definir as ações necessárias para melhorar a competitividade da indústria e da região, alcançar o crescimento esperado de forma a respeitar o meio ambiente e gerar mais benefícios para a região e as populações atendidas. ”
 
O Presidente do Comitê Executivo da ALTA e o Presidente da Copa Airlines, Pedro Heilbron, comentou que "o Fórum de Líderes de Linhas Aéreas da ALTA é o evento mais importante do ano para a ALTA e escolhemos o Brasil por causa da importância do mercado brasileiro para o mundo".
O presidente da Associação Brasileira de Companhias Aéreas (ABEAR) citou quatro grandes desafios da aviação. Para Eduardo Sanovicz, "a mãe de todas as batalhas é o custo do querosene de aviação, que representa um terço do custo da operação". Ele citou a redução do imposto estadual (ICMS) sobre combustível no estado de São Paulo, que resultou em um compromisso inicial das companhias aéreas em oferecer 490 novos voos. "Lá, fechamos o mês de setembro com 491 novas partidas semanais em operação e um total de 648 vôos anunciados", afirmou. O modelo tributário e o ambiente regulatório também apareceram na lista de Sanovicz como questões prioritárias para a aviação brasileira, bem como o programa brasileiro de renovação da infraestrutura aeroportuária. "Para o futuro, vemos uma agenda no Brasil que continua com a mesma intensidade. A importância de um evento como esse para a América Latina e o Caribe é criar um espaço para a integração de agendas relevantes, como o ambiente regulatório e o controle do espaço aéreo no país." a região ", concluiu.
O Secretário Nacional de Aviação Civil do Brasil, Ronei Glanzmann, destacou que o fato de o evento ocorrer em Brasília é muito simbólico e é resultado de uma aliança entre o governo e a ALTA. Ele disse que o governo federal tem o objetivo e o dever de fazer com que o setor de aviação brasileiro desempenhe seu papel de liderança no mercado latino-americano. “Estamos fazendo tarefas domésticas e dando passos importantes nesse sentido. Um deles foi a abertura do mercado para capital estrangeiro. Até 2025, queremos atingir 200 milhões de passageiros ”, afirmou. Glanzmann também mencionou os acordos com os países da região e o objetivo de atingir 200 cidades atendidas por transporte aéreo regular. ”
                                                                            
Abertura oficial
A cerimônia de abertura oficial do evento ocorrerá na segunda-feira (28/10), a partir das 9 horas (horário local Brasília (GMT-3). Em nome do governo brasileiro, o Presidente Presidente da ANAC participará da inauguração oficial, José Ricardo Botelho e o ministro de Infraestrutura do Brasil, Tarcísio Freitas.

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...