Promoção ativa na China para incentivar viagens à Argentina

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
https://po.travel2latam.com/nota/56835-promoo-ativa-na-china-para-incentivar-viagens-argentina
Promoção ativa na China para incentivar viagens à Argentina
Seg 21 de outubro de 2019

"Foi uma missão bem-sucedida posicionar as atrações e a oferta turística de nosso país", afirmou o presidente do CAT, Aldo Elías


A Câmara de Turismo Argentina acompanhou a delegação nacional que viajou para a região de Macau, no sul da China, para participar do Fórum Global de Turismo e Economia (GTEF), que ocorreu de 13 a 15 de outubro .

A reunião reuniu líderes de opinião de todo o mundo e teve um amplo programa no qual foi discutida a crescente demanda por experiências autênticas e transformadoras por parte dos viajantes; sobre as oportunidades que essa tendência global representa; e sobre a importância da sustentabilidade dos recursos naturais e culturais no turismo.

Nesse contexto, o presidente do CAT, Aldo Elías, participou do fórum juntamente com o secretário de Turismo da Nação, Gustavo Santos; o ex-Secretário de Coordenação e Investimento em Turismo da Nação e atual Ministro do Turismo de Corrientes, Sebastian Slobayen; e o diretor de Mercados do Instituto Nacional de Promoção Turística (Inprotur), Nazareth Vilardo; Romina Nardi, diretora de Relações Internacionais do Sectur, entre outros funcionários e gerentes.

As autoridades da Entidade de Turismo de Buenos Aires também fizeram parte da missão; do Instituto de Turismo de Fuegian (Infuetur); e Aerolineas Argentinas. A delegação foi concluída com a participação de representantes de empresas de turismo especializadas no mercado asiático que foram convocadas pela Câmara.

A participação argentina neste fórum internacional, que também contou com a assistência do Secretário Geral da Organização Mundial de Turismo (OMT), Zurab Pololikashvili, serviu para fortalecer a posição de nosso país no maior mercado emissor de turismo do mundo. No ano passado, cerca de 72.000 turistas chineses chegaram à Argentina. E na última década, estima-se que o número de visitantes chineses na Argentina triplicou.

Nesta missão, nosso país se juntou ao Brasil para capacitar a região no radar de viagens do mercado asiático. “Hoje é essencial desenvolver ações promocionais conjuntas em mercados de longo alcance, como a China. Os turistas que viajam para a América do Sul podem, dessa forma, contemplar um itinerário com mais estadias e vários destinos para visitar ”, afirmou Aldo Elías.

Entre as ações realizadas estão as apresentações e a participação de representantes da Argentina em diferentes conferências. O presidente da Câmara Argentina de Turismo, Aldo Elías, fez parte do painel 'Travel Lab Asia: Desafios e oportunidades de levar tecnologia sustentável do turismo para a região Ásia-Pacífico', juntamente com a Associação de Viagens Ásia-Pacífico (PATA).

Além disso, o país tinha um estande em que a gastronomia e os vinhos nacionais eram promovidos. Enquanto isso, as empresas receptivas de turismo que viajaram para Macau puderam realizar reuniões comerciais no âmbito de rodadas de negócios com seus pares chineses.

Como parte da visita a Macau, as autoridades argentinas assinaram com a China uma carta de intenções de cooperação em turismo natural entre o Parque Nacional do Iguaçu e o Parque Florestal Nacional de Sunriver. A iniciativa foi proposta como uma instância para complementar os recursos de ambas as partes e comercializar as duas marcas de maneira concertada, a fim de otimizar a experiência de gerenciamento. Note-se que Macau é uma região administrativa autônoma especial da China. A cidade era uma colônia portuguesa até 1999 e seu centro histórico faz parte da lista de Patrimônio Mundial da UNESCO desde 2005.

Por sua vez, a Câmara de Turismo da Argentina acompanhou a assinatura do acordo que elimina o visto para os titulares de passaportes válidos emitidos pelo Governo da República Argentina e pelo Governo da Região Administrativa Especial de Macau, da República Popular da China.

“Essa facilitação é uma medida exemplar que adotamos para otimizar o movimento de turistas internacionais. Sem dúvida, para o nosso país, isso significa uma melhoria substancial que aumentará a chegada de turistas chineses ”, afirmou o presidente do CAT.

Deste modo, os argentinos e residentes de Macau com nacionalidade chinesa estarão isentos da obrigação de visto para entrar, sair e transitar pelo território argentino e pela área de Macau para turismo e negócios, por trinta dias consecutivos, com possibilidade de solicitação de extensão.

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...