Ocupação de hotéis na Colômbia foi de 57,78% em julho

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
https://po.travel2latam.com/nota/55918-ocupao-de-hoteis-na-colmbia-foi-de-5778-em-julho
Ocupação de hotéis na Colômbia foi de 57,78% em julho
Sex 23 de agosto de 2019

Os dados reportados pela Cotelco refletem um crescimento de 0,93% em relação ao nível de emprego do mesmo mês de 2018

 


A ocupação hoteleira na Colômbia foi de 57,78% para o mês de julho de 2019, de acordo com o relatório de indicadores de hotéis divulgado mensalmente pela Associação de Hotéis e Turismo da Colômbia - Cotelco. Os dados reportados pela associação refletem um crescimento de 0,93 pontos percentuais, em relação ao nível de ocupação do mesmo mês de 2018. Entre janeiro e julho de 2019, a ocupação hoteleira nacional acumula um crescimento de 0,8 pontos percentuais.
No agregado nacional, o crescimento do setor é significativo, no entanto, esse desempenho foi impulsionado pela contribuição de Bogotá, Cartagena, San Andrés, Antioquia e Valle del Cauca. Independentemente destes destinos de amostra, o indicador de ocupação cai 1,89 pontos percentuais.
Para Gustavo Adolfo Toro Velásquez, presidente executivo nacional da Cotelco, “o setor de turismo tem tido uma dinâmica muito favorável no ano passado, inclusive, junto com o setor de comércio, é um dos PIBs que mais cresce no país. Portanto, é importante que o governo nacional implemente e fortaleça estratégias para impulsionar o turismo nas regiões, seja por meio de campanhas de promoção nacionais ou internacionais, como o #YoVoy, para que os colombianos sejam incentivados. e estrangeiros conhecer e desfrutar da ampla oferta cultural e natural presente em todo o território nacional ”.

Regiões
San Andrés foi o destino com a maior ocupação, situando-se em um nível médio de 76,97%, seguido por Bogotá D.C com uma ocupação de 64,45% e um notável aumento de 7,65 pontos percentuais em relação a julho de 2018.
Cartagena das Índias ficou em terceiro lugar com uma ocupação de 64,04% e uma queda de 3,98 pontos percentuais. No ranking dos destinos com maior ocupação, depois da Heroica Antioquia, com 62,64%, a cidade de Medellín tem o maior peso, com um indicador de 62,15% dos quartos ocupados.
O Vale do Cauca também apresentou um aumento significativo, fechando julho a 55,61%, ou seja, uma diferença de 3,10 pontos percentuais em relação à medição de julho de 2018.
Nariño e Norte de Santander são duas regiões que se destacam na amostra, com crescimento de 7,52 e 4,47 pontos percentuais, respectivamente. O acima exposto, baseado na dinâmica de cada fronteira, onde o fluxo de venezuelanos para o território nacional e a desvalorização do peso colombiano impulsionaram esses maiores fluxos de visitantes.
Em contrapartida, o departamento de Meta perdeu 8,62 pontos percentuais em seu nível de ocupação, como resultado do fechamento indefinido da estrada para o Llano, que traduziu, segundo estimativas da Cotelco, em perdas superiores a 32.500 milhões por mês.
Outros destinos com queda no indicador de ocupação são: Caldas (-14,43 pp), Risaralda (-7,63 pp), Boyacá (-4,59 pp), Magdalena (-3,63 pp), Atlántico (-3,09 pp), Huila (-0,98 pp) e Cesar (-0,20 pp).
Com relação a outros indicadores de desempenho do setor, o relatório divulgado pela Cotelco percebe que a taxa média real permanece inalterada, explicada principalmente pelo efeito da compensação entre oferta e demanda, ocasionada pelo crescimento do número de quartos.
Por outro lado, com a maior ocupação alcançada, o rendimento real dos hotéis aumentou 1,6% no mês de referência. Da mesma forma, a rentabilidade do setor medida pelo RevPar aumentou 2,6%.

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...