Costa Rica anuncia grande investimento para melhorar aeroportos

1024 576
Travel2Latam
Travel2Latam
http://po.travel2latam.com/nota/55860-costa-rica-anuncia-grande-investimento-para-melhorar-aeroportos
Costa Rica anuncia grande investimento para melhorar aeroportos
Ter 20 de agosto de 2019

O país centro-americano vai alocar mais de ₡90 bilhões para a modernização dos aeroportos regionais e internacionais

 


O Conselho Técnico da Aviação Civil (CETAC) e a Direção Geral de Aviação Civil (DGAC) investirão com recursos próprios mais de ₡90.800 milhões em infraestrutura aeroportuária no restante do ano e em 2020.
Com esses fundos, os aeródromos locais e os aeroportos internacionais serão modernizados, como revelou esta sexta-feira em uma coletiva de imprensa realizada no Aeroporto Juan Santamaría.
A atividade contou com a presença do Presidente Carlos Alvarado, juntamente com os Ministros de Obras Públicas e Transportes, Rodolfo Méndez; e Turismo, María Amalia Revelo; o Diretor Geral de Aviação Civil, Guillermo Hoppe e o Diretor Executivo da AERIS, Rafael Mencía.
Até o momento, os trabalhos foram concluídos em Palmar Sur, Golfito, Pérez Zeledón e Guápiles, por mais de ₡5.960 milhões e estão avançando os trabalhos nos aeródromos de Quepos, Tortuguero, Coto 47 e Puerto Jiménez, onde o investido é de ₡8,790 milhões.
Nos aeroportos internacionais Daniel Oduber Quirós, Tobías Bolaños e Limón, os fundos são executados por mais de ₡75.150 milhões. Além disso, projetos de investimento misto estão progredindo nos aeroportos concessionados (Juan Santamaría e Libéria).
Até hoje, os trabalhos foram concluídos em Palmar Sur, Golfito, Pérez Zeledón e Guápiles, por mais de 5.960 milhões. (Foto: Roberto Carlos Sánchez, Casa Presidencial).
"Estamos demonstrando que somos capazes de impulsionar a economia local e nacional e incentivar o turismo, fortalecendo a infra-estrutura aeroportuária do país", disse o presidente Alvarado, afirmando que "com essa convicção, estamos contribuindo para gerar oportunidades de criação de empregos. "
Guillermo Hoppe, Diretor Geral de Aviação Civil, indicou que “este é um esforço do país para impulsionar a recuperação econômica, aumentar o turismo local e internacional, motivar a produção, o comércio e a conectividade em todas as regiões do território nacional, em investir em melhoria de infra-estrutura e segurança; reforço da gestão eficiente, transparente, responsável e atempada ”.
Ele explicou que “um importante investimento é feito nos aeroportos Daniel Oduber, Tobías Bolaños e Limón Internacional, além do esforço conjunto das alianças público-privadas com a Aeris como gerente no aeroporto internacional Juan Santamaría e na concessionária Coriport na Libéria. Todos os itens acima focados em segurança, atendimento ao cliente, otimização de recursos, melhoria contínua e inovação”.
Quase ₡15 bilhões são investidos em aeroportos em Palmar Sur, Golfito, Pérez Zeledón, Guápiles, Quepos, Tortuguero, Coto 47 e Puerto Jiménez (Foto: Roberto Carlos Sánchez, Casa Presidencial).

Obras concluídas
Os aeródromos de Upala e Drake foram inaugurados no início deste 2019 e as obras de Palmar Sur, Pérez Zeledón, Guápiles e Golfito estão em fase final.

Palmar Sur: Reconstrução da estrutura da pista, remodelação e ampliação do Terminal Module, estacionamento de veículos, melhoria de faixas de segurança, demarcação horizontal e iluminação da pista. Investimento: ₡2 bilhões.
No início deste ano de 2019 e nas obras do Palmar Sur, Pérez Zeledón, Guápiles e Golfito estão em fase final.
 

Golfito: Remodelação e ampliação do terminal existente para comodidade dos turistas, passageiros e operadores. Além disso, melhora da pista de pouso. Está em execução de 85%. Investimento: ₡1.170 milhões.

Pérez Zeledón: Construção de uma plataforma de estacionamento para duas aeronaves de classe B e um terminal de passageiros. Apresenta um avanço de 95%, que será concluído nas próximas semanas com a instalação de móveis. Investimento: mais de ₡346 milhões.

Guápiles: Reconstrução e ampliação da estrutura da pista, melhoria das faixas de segurança, demarcação horizontal, construção do módulo terminal, malha perimetral e dreno pluvial. Está terminado. Investimento: ₡ 1.600.
A construção de um hangar está em andamento, um módulo para o Serviço de Vigilância Aérea, com um investimento de 600 milhões de euros e, em uma segunda fase, a iluminação da pista, com um investimento estimado de ₡250 milhões.

visitas

¿Gostaste da nota? ¡Compartilha-a!

tendências
O que nossos leitores estão a ler neste momento

Você pode continuar lendo ...